Bem-vindo(a), faça o login ou cadastre-se.
Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Páginas

A Cidade de Dracena

DRACENA – CIDADE MILAGRE


História


A fundação de Dracena ocorreu em 08 de dezembro de 1945, quando Irio Spinardi, João Vendramini, Virgílio e Florêncio Fioravanti tomaram uma iniciativa de estabelecer um núcleo na zona da mata, localizada no Oeste Paulista. Nesse dia ocorreu uma cerimônia, que contou com um grande número de pessoas; nela, estava sendo lançada a pedra fundamental (após o término da construção de um rancho de pau-a-pique) que originou o município. Dracena se tornou oficialmente município do Estado de São Paulo através da Lei Estadual n.º 233, por meio de uma proposta apresentada pelo deputado estadual Ulisses Guimarães, que o desmembrou de Gracianópolis (atualmente Tupi Paulista). Ao ser desmembrado, o município era composto de três distritos: Dracena, Jaciporã e Ouro Verde. A instalação oficial ocorreu em 04 de abril de 1949, quando tomava posse o primeiro prefeito do município, Írio Spinardi, um dos fundadores de Dracena, e o primeiro presidente da Câmara de Vereadores, Messias Ferreira da Palma.


Após o planejamento do município, a gleba passou a ser subdividida em pequenas propriedades, dando melhores oportunidades de aquisição, e houve, ao mesmo tempo, a construção de um hotel a partir de um prédio com dois pavimentos, constituindo assim o povoamento. A construção de uma ferroviária, e de casas e a doação de terras a pequenos proprietários foram os principais motivos que levaram Dracena a um importante progresso, em dezembro de 1948, data de sua fundação. Cinco anos depois, em 30 de dezembro de 1953, a Lei estadual nº 2456 desmembra de Dracena o Distrito de Ouro Verde, tornando-se município do Estado de São Paulo. A mesma lei criou o distrito de Jamaica, cuja terra foi desmembrada do distrito de Ouro Verde. Em 1960, Dracena era formada pelos distritos de Dracena, Jaciporã e Jamaica. A partir daí, o município não sofreu mais nenhuma alteração em seu território.


A predominância do espaço rural foi e está sendo substituída pelo urbano, para atender às exigências da expansão urbana, dada pelo aumento das atividades produtivas na cidade (indústria, comércio e serviços) e pelo aumento da demanda habitacional, gerado pela concentração populacional. O limite entre o campo e a cidade está deixando de ser visível e a população do campo vem decrescendo a cada ano.
Com o crescimento da maioria dos municípios brasileiros, o IBGE dividiu os municípios em microrregiões. O município pertence à Microrregião de Dracena, que reúne dez municípios: Dracena, Junqueirópolis, Monte Castelo, Nova Guataporanga. Ouro Verde, Panorama, Paulicéia, Santa Mercedes, São João do Pau-d'Alho e Tupi Paulista. Em 2010 sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em cerca de 116 165 habitantes em uma área total de 2 860,996 km². A população estimada da cidade de DRACENA em 2011 é de 43.470 habitantes, de acordo com os dados do IBGE.


O nome "Dracena" veio de um concurso organizado pelos desbravadores Irio Spinardi, João Vandramini, Virgílio e Florêncio Fioravanti, fundadores do município. Esse concurso foi organizado em Tupã, a cerca de 120 quilômetros do local. O nome faz referência a planta ornamental de mesmo nome, cujas folhas têm a coloração verde e amarela, pertencente à família das liliáceas


Características Geográficas


O município se localiza na Microrregião de Dracena. Com uma área de 488,044 km² representa 0,1966% do território paulista, 0,0528% da região sudeste e 0,0057% de todo o território nacional. Segundo o censo de 2010, 92,35% da população dracenense é urbana e 7,65% é rural. Seus municípios limítrofes são Piquerobi, Ribeirão dos Índios, e Presidente Venceslau (minimamente) a sul, Junqueirópolis a leste, Tupi Paulista a norte e Ouro Verde a oeste.


Localização: Oeste paulista; pertence à 10ª Região Administrativa.
Distância até a Capital: 651 Km
Topografia: Planalto Ocidental, topografia suave ondulada a ondulada.
Hidrografia: Encontra-se localizada sobre o Aqüífero Guarani, pertence as Bacias Hidrográficas do Rio do Peixe e Rio Aguapeí, ambas pertecentes a Bacia hidrográfica do Rio Paraná.
Pluviometria: Média anual de 1.513 mm (últimos 3 anos)
Temperatura:  - Temperatura média máxima: 36,52°C - Temperatura média: 24,52°C - Temperatura mínima: 12,75°C
Clima: Cwa, segundo classificação de KÖPPEN.
Altitude: 396,22 metros acima do nível do mar
Latitude: 21° 28' 57'' S
Longitude: 51° 31' 58'' W
População estimada 2011: 43.470 habitantes.
Densidade Demográfica: 89 hab/Km²
Área da Unidade Territorial: 488,044 km²


Fontes:


Prefeitura Municipal de Dracena-SP – www.dracena.sp.gov.br
Enciclopédia Livre Wikipédia - http://pt.wikipedia.org/wiki/Dracena
IBGE – www.ibge.gov.br